terça-feira

Quero ser pequenina, sempre


Quero, simplesmente, voltar a ter medo do escuro e dos monstrinhos imaginários.
Quero que quando houverem pesadelos, ou lágrimas a cair, ter alguém para me abraçar.
Quero dormir e sonhar sem que me acordem.
Quero ler contos de fadas e imaginar-me neles, sorrir ou chorar, sem que ninguém me atormente.
Como se não existisse mais nada nem ninguém.
Quero chorar, gritar, correr, saltar e espernear quando tiver que o fazer.
Quero viver sem imaginar o amanhã.
Quero poder acender uma simples luz e sentir que o medo passou.
Quero poder sorrir sem fazer um único esforço.
Quero fechar os olhos e ter um mundo meu, somente meu, onde só entra quem eu necessito.
Quero ter o sol a bater-me na cara e correr à vontade, como o vento. E sentir a sua liberdade e o seu brilho nas veias.

5 comentários:

diogo (; * disse...

todos queremos ser crinças sempre , não ter resposabilidades , ter desculpa para tudo.
mas o mundo nao para e a cada dia que passa as nossas responsabilidades aumentam , só temos que aprender a viver com isso.

Sofiiiiiia (: disse...

Meu amor, vida é sempre vida. O tempo não pára e a cada segundo que passa o nosso relógio anda mais um pouco, conta o tempo de envelhecermos e as nossas responsabilides crescem cada vez mais *
Só temos mesmo é de encarar as coisas de frente, e ser forte para enfrentar tudo e todos (:
AMOOOOOOOOOOOO-TE!

Anónimo disse...

que fofinho o texto amor +.+
AMOOOOOOOOOOOO-TEE
by: Catarz

Débora. disse...

gostei :p

MaRiliaa* disse...

Tá mesmo Giro o texto amoor (:

amo-te *