terça-feira

Caíu e partiu ...



Sabia de cor todos os teus gestos, todos os traços do teu rosto, os graves e os agudos da tua voz. Sabia de cor o teu simples olhar.
Vasculhaste o meu coração e iluminaste-o, eras bem mais brilhante que o sol.
Com cada palavra nua, cada gesto parvo, o arco-íris aparecia e reaparecia vezes e vezes sem conta.
Os sonhos eram como estrelas não paravam de piscar, piscar, piscar …
Até que o copo caiu, caiu e partiu-se em milhões e milhões de pedacinhos de vidros que pareciam nunca mais ter fim.
A pouca esperança ainda existente fugiu como o vento, e nunca mais voltou …
Partiste tudo, não sobrou nem um pedacinho!
O sonho e a imaginação acabaram, o negro apoderou-se de mim …

1 comentário:

MaRiliaa* disse...

Gosto do que escreves Princesa :')
És tao Liiinda minha Sofiia *.*

amooo-te «3